Recanto Imortal

Aqui Você torcedor encontra noticiais do imortal, enquetes. Um Blog 100% Gremista feito pra você imortal. Para dicas, sugestões ou críticas construtivas venha conferir nossas páginas! Twitter - @BlogDoImortal #Sigam Facebook do Blogger https://www.facebook.com/gremioimortal.imortais Pagina no Facebook https://www.facebook.com/gremioimortal.imortais?sk=wall¬if_t=wall Lembrando que é um trabalho 100% voluntário, se gostarem do nosso blogger acompanhem nossas redes. Estaremos com o Grêmio onde o Grêmio estiver.

quinta-feira, 31 de julho de 2014



COLUNA DO CARLOS JOSIAS : Diretor Jurídico do Grêmio 93/98, Conselheiro 94/2010 e Vice-Presidente 2005/07. Josias @cajosias é colunista do Grêmio Blog dos imortais


A VIDA ARRANCOU PEDAÇOS DE FACHIN. NÃO O SEU GREMISMO. JAMAIS NOS MATARÃO




Oly Érico da Costa Fachin gaúcho de   São Sepé nascido no dia 2 de setembro de 1929 ao longo da sua existência já passou por diversos cargos, como secretário de município e uma vasta carreira, mas não tenho dúvida alguma que seu maior orgulho foi ter sido Presidente Executivo do Grêmio e Presidente do CD numa outra época do clube, quando o poder estava nas mãos dos caciques e ele era um e dos mais influentes. Num momento de transição política, tive com ele divergências profundas, todas, entretanto, encaradas pelo Presidente com a maior elegância. Ele é um político hábil e articulado, amável e sobre tudo um bom ouvinte. O tempo passou e ele perdeu este poder no tricolor, membro vitalício do CD, integrante do hoje já sem influência Conselho Consultivo, Fachin nunca abandonou seu Gremismo em que pese a idade avançada e a enfermidade que ainda não lhe derrubou, contra a qual luta bravamente. Ia e vai a todos os jogos em quaisquer situação.
A breve história que vou transcrever me foi contada por Juliano Ferrer e  na ocasião escrevi sobre ela porque era impossível não registrar.
Era maio de 2007, 23. O Grêmio jogava pelas quartas de finais em Montevidéo contra o Defensor, para quem perderia por 2x 0 ( aqui devolveu o placar no jogo de volta e passou nos pênaltis para a semi final ). Conta  Juliano que foi o maior frio que passou na vida, algo em torno de 5 graus e um vento lancinante. O Estádio era o centenário, totalmente aberto. Juliano afirma que literalmente “encarangou”. Laje de pedra. Em meio ao jogo olhou em volta e mais atrás visualizou um homem gordinho, entrouxado e com um boné de lã daqueles que possui porta orelhas e pensou, conheço este senhor que anonimamente esquece e esquenta o frio para ver o jogo. Admirável, que Gremista, deve morar aqui ....
Aquele homem era Oly Fachin. Não foi com a delegação, foi por conta própria. Foi ao Uruguai, comprou seu ingresso, sem regalias sentou na arquibancada e saiu. Sem alardes.
Quando me deparei com a foto que ilustra esta coluna me veio um jorro de água nos olhos. A vida lhe arrancou pedaços, mas seu coração continua intocável. Miremos nele. Jamais nos matarão.
Carlos Josias Menna de Oliveira
email = cajosias@cjosiaseferrer.com.br site = www.cjosiaseferrer.com.br face = https://www.facebook.com/cjosias.oliveira

7 comentários:

  1. Que foto, que foto... Quantas palavras estão nesta foto... Espetacular!!!!

    ResponderExcluir
  2. Josias,
    Belo texto.
    Artur Ferreira

    ResponderExcluir
  3. Nao tem como nao chorar com a coluna.

    ResponderExcluir
  4. Lindo texto para um homem diferenciado. Parabéns! fiquei emocionado. Que DEUS de força para esse gremista.

    ResponderExcluir
  5. Difícil segurar as lágrimas... Jamais nos matarāo!!!

    ResponderExcluir